Preguiça

As preguiças na natureza têm como predadores a aves de rapina de grande porte, como o uiraçu ou harpia e o gavião-de-penacho, felinos e algumas serpentes. Não predam nenhum animal pois só se alimentam de folhas. Sua única defesa consiste em camuflar-se entre as folhas na copa das árvores. As preguiças urinam e defecam apenas a cada 7 ou 8 dias, sempre no chão, próximo à base da sua árvore em que costumam se alimentar. Com isso, há uma reciclagem dos nutrientes contidos nas folhas ingeridas pelo animal, que são parcialmente devolvidos à árvore através dos seus dejetos.
Nas árvores próximas ao centro elas demoram menos tempo para fazer suas necessidades fisiológicas, talvez por se sentirem protegidas, não tendo que enfrentar as dificuldades da mata.
Atualmente, o principal predador das preguiças é mesmo o homem, que as caça e as comercializa inescrupulosamente em feiras livres e nas margens de rodovias. A ação do homem sobre esses animais tem sido muito facilitada, nos últimos tempos, pela acelerada fragmentação e destruição das matas, o que leva as preguiças a se locomoverem desajeitadamente pela superfície do solo, de uma ilha de mata para outra, em busca de alimento e abrigo, ficando totalmente expostas à caça e à captura. A preguiça de dois ou de três dedos é item importante da biomassa de mamíferos arbóreos dentro de uma área.

 
.
Quem somos | A Reserva | Localização
© Copyright 2005-2015 - Poço das Antas